Blog


3 técnicas para combater a procrastinação


2 de fevereiro de 2019

Adiar o início da dieta ou da academia. Entregar o Imposto de Renda no último dia. Estudar na véspera da prova. Entregar o relatório no prazo limite. Quem nunca procrastinou que atire a primeira pedra! Aliás, geralmente já começamos o dia procrastinando, quando colocamos o despertador para tocar novamente dali 5 minutos, após já ter despertado.

Todos nós procrastinamos, e a primeira coisa que devemos entender é que isso é normal do ser humano. Portanto, não faz sentido falarmos em eliminar a procrastinação, e sim em como administrá-la, reduzindo seus efeitos.

Apresento abaixo 3 técnicas para combater o mau hábito de sempre adiar as tarefas que devem ser feitas:

1. Tenha clareza do seu motivo. Toda tarefa tem uma razão de ser feita, e você ter em mente de forma muito clara o porquê daquela tarefa existir aumenta as chances de você entrar em ação e executá-la, ao invés de procrastinar. Quando adiamos algo, geralmente é porque focamos na atividade em si, que muitas vezes é cansativa, chata ou complexa. Por isso, mude o foco para o objetivo a que aquela tarefa se destina.

2. Segmente a tarefa em partes menores. Quando a atividade a ser executada é grande, complexa ou desconfortável, a tendência é que seu cérebro inconsciente evite aquela ação, adiando e colocando outras pequenas atividades na frente como justificativa para a procrastinação. Portanto, uma estratégia conhecida e muito eficiente é você desmembrar essa atividade maior em pequenas ações. Dessa forma, é mais fácil o seu cérebro entender o comando de entrar em ação e não trave nem lhe bloqueie na execução da tarefa.

3. Defina uma recompensa. Na maioria das vezes, o benefício de uma tarefa importante é percebido a médio ou longo prazo, enquanto o prazer da procrastinação é imediato. Ver TV ao invés de estudar. Comer o doce no lugar de começar a dieta. Navegar na internet ao invés de fazer o relatório. Nosso cérebro inconsciente, de maneira geral, só reconhece as coisas no presente, por isso temos dificuldade de trocar um prazer momentâneo por um ganho futuro, por mais que o benefício lá na frente seja muito maior. Por isso é importante que você defina uma pequena recompensa para si mesmo sempre que não procrastinar e executar a tarefa que deve ser feita. Isso condiciona o seu cérebro a associar um ganho imediato com a execução de suas tarefas.

3. Defina uma recompensa. Na maioria das vezes, o benefício de uma tarefa importante é percebido a médio ou longo prazo, enquanto o prazer da procrastinação é imediato. Ver TV ao invés de estudar. Comer o doce no lugar de começar a dieta. Navegar na internet ao invés de fazer o relatório. Nosso cérebro inconsciente, de maneira geral, só reconhece as coisas no presente, por isso temos dificuldade de trocar um prazer momentâneo por um ganho futuro, por mais que o benefício lá na frente seja muito maior. Por isso é importante que você defina uma pequena recompensa para si mesmo sempre que não procrastinar e executar a tarefa que deve ser feita. Isso condiciona o seu cérebro a associar um ganho imediato com a execução de suas tarefas.

Lembre-se que a disciplina e a regularidade de suas ações criam seus hábitos. Utilize essas 3 técnicas, crie novos (e bons) hábitos e você verá que a procrastinação terá cada vez menos efeito negativo em seus resultados!

Comentários
Alexandre Gaboardi
Alexandre Gaboardi é empresário, Coach profissional e mentor de Coaches, membro da Sociedade Brasileira de Coaching e diretor de Produtividade da ABRAP Coaching – Associação Brasileira dos Profissionais de Coaching. Graduado em Engenharia, pós-graduado em Coaching e Liderança e com MBA em Gestão Estratégica de Negócios, é CEO e fundador da Treinna – Coaching Consultoria
Contatos

WhatsApp: (11) 99994-6682 suporte@coachingtreinna.com.br