Blog


É possível equilibrar vida pessoal e profissional?


2 de fevereiro de 2019

É possível equilibrar vida pessoal e profissional?

Como investir e ter sucesso na carreira sem abrir mão dos meus hobbies e sem sacrificar a família?

Ouço regularmente esse tipo de pergunta, tanto de clientes quanto de amigos, colegas e familiares; todos procurando pelo tal equilíbrio, uma maneira de conciliar as atividades profissionais com a vida fora da empresa, sem comprometer a qualidade de vida e todos os outros papeis que exercemos na sociedade.

Na maioria dos casos, a queixa é a falta de tempo com a família. Dizem que o trabalho tem exigido cada vez mais, que as equipes estão cada vez menores e quem fica acaba trabalhando por quem saiu… Surge a necessidade de fazer horas extras, aumentam o número de plantões, e o tempo em casa parece insuficiente para cuidar e interagir com cônjuge e filhos, da maneira como eles merecem. Esse “pouco tempo” com a família, é uma questão de solução complexa. A alta produtividade sem dúvida é uma grande aliada das pessoas que possuem muito serviço e sentem-se sobrecarregadas, mas o tempo dedicado à empresa passa também pela questão cultural da companhia, pelo estilo de liderança do chefe, pela resposta do mercado, sazonalidade, entre vários outros fatores que interferem nessa definição do tempo dedicado à empresa.

Por isso, eu gostaria de falar com você não sobre a parte quantitativa do tempo, e sim do lado qualitativo. Se a reclamação comum é que se tem pouco tempo com a família, minha pergunta é: como você tem gastado esse pouco tempo? Qual a qualidade do tempo que você destina à sua família?

O que muitas vezes vejo nas pessoas que reclamam de ter pouco tempo para a família, é que quando estão em casa elas não conseguem se desconectar completamente do mundo exterior. Estão lá fisicamente, mas a cabeça está em outro lugar. Não conseguem estar verdadeiramente presentes de corpo e alma para aquele instante em que estão vivendo, seja por pequenas distrações ou grandes preocupações, a verdade é que quando isso ocorre, sua família disputa sua atenção juntamente com o celular, os problemas do serviço, a televisão, as redes sociais… e no fim, você tem a sensação de que alguma coisa está faltando, e elege como único culpado apenas o pouco tempo disponível para sua vida pessoal.

Eu convido você a prestar atenção no que tem feito quando não está no trabalho. No que você pensa? O que lhe distrai? O que lhe preocupa? Limpe todos esses pensamentos e permita-se viver o presente, aproveitar o momento. Você verá que o equilíbrio que tanto busca está relacionado muito mais ao modo como vive o presente do que propriamente ao tempo livre que você tem.

Comentários
Alexandre Gaboardi
Alexandre Gaboardi é empresário, Coach profissional e mentor de Coaches, membro da Sociedade Brasileira de Coaching e diretor de Produtividade da ABRAP Coaching – Associação Brasileira dos Profissionais de Coaching. Graduado em Engenharia, pós-graduado em Coaching e Liderança e com MBA em Gestão Estratégica de Negócios, é CEO e fundador da Treinna – Coaching Consultoria
Contatos

WhatsApp: (11) 99994-6682 suporte@coachingtreinna.com.br